AÇÃO CONTRA COBRANÇA INDEVIDA DE ICMS EM CONTA DE LUZ E POSSIBILIDADE DE REAVER OS VALORES PAGOS INDEVIDAMENTE.

AÇÃO CONTRA COBRANÇA INDEVIDA DE ICMS EM CONTA DE LUZ E POSSIBILIDADE DE REAVER OS VALORES PAGOS INDEVIDAMENTE.

ENTENDA POR QUE ISSO OCORREO fato é que o Governo do Estado somente pode tributar o valor consumido da energia elétrica para cálculo do ICMS baseado na Tarifa de Energia Consumida (TE). Entretanto, a administração pública com o intuito de aumentar sua arrecadação vem incluindo na base de cálculo do ICMS também a Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Distribuição (TUSD) e a Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Transmissão (TUST).AÇÃO NA JUSTIÇAO Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) vêm julgando repetidamente que a inclusão da TUSD e TUST na base de cálculo para apuração do ICMS é indevida. Assim, o consumidor pode entrar com uma ação judicial para que seja revisado o tributo apurado mês a mês, propiciando uma imediata economia na conta de luz dentro de aproximadamente 90 dias da distribuição da ação, sendo muito comum a concessão de tutela antecipada (liminar) para que o valor da conta de luz já venha com o cálculo correto do ICMS.Este ajuizamento possibilita, ainda, ao consumidor recuperar os valores pagos indevidamente nos últimos cinco anos, mediante compensação nas próximas contas de energia elétrica ou restituição dos valores devidamente corrigidos pela Selic. Esta escolha será feita pelo consumidor ao final da ação, quando do respectivo trânsito em julgado.Dependendo do valor da sua conta de energia elétrica, com certeza a busca pelo seu Direito passa a ser muito interessante pelos valores envolvidos

FONTE: http://www.posocco.com.br/consumidor-paga-ate-35-a-mais-todo-mes-com-cobranca-indevida-de-icms-na-conta-de-luz/. Acesso em 9/1/17